Imagem & Ação e desenhos de crianças

Apesar de gostar mais das mímicas, acho graça nos desenhos mais loucos que o Robocop na chuva que saem do pessoal ao jogar Imagem & Ação:

desenhos de partida de Imagem & Ação - 01
aquarela – canivete – hospício – fetichismo

Aqui, pérolas do artista revelação:

desenhos de partida de Imagem & Ação - 02

 

Chico Buarque pensativo: "O que será, que será?"

– TAJ MAHAL e HIMALAIA!

Chico Buarque rindo

Pena que não achei o do Gorbatchov…

Mesmo eu, que também trabalho com ilustração, pareço que troco minha mão pelo cotovelo na hora de desenhar com tempo corrido e pessoas gritando ao lado.

Por falar nisso, às vezes acho que nos itens muito fáceis de adivinhar deveria ter uma regra obrigando utilizar a mão esquerda (ou direita para os canhotos, claro). Em alguns casos até desenhar vendado incentivaria o caos no jogo, assim como no experimento que a revista Life fez em 1947.

Frank King desenhando de olhos abertos e fechados - Revista Life

Tais obras de arte resultadas das partidas me lembram traços de criança, que sempre gostei.

Desenho de criança: assim é como eu vou estar quando tiver 100 anos de idade (Coé, meninas)
Sup!

Como este abaixo, feito por meu irmão mais velho, na parte interna da capa de um disco de vinil:

Desenho surreal em capa de disco de vinil
Tema: os efeitos da mastigação correta de drogas sintéticas em pessoas sem camisa, providas de quatro pupilas e muitos sisos

É ao ver coisas incomuns como estas que me lembro do que disse Pablo Picasso:

“Quando eu tinha 15 anos sabia desenhar como Rafael, mas precisei de uma vida inteira para aprender a desenhar como as crianças”.

Tem gente que aproveita essas figuras para dar um acabamento mais elaborado, como Dave Devries, um ilustrador profissional de HQ, em seu projeto The Monster Engine:

antes e depois do The Monster Engine - bola de baseball

antes e depois do The Monster Engine - homem de quatro braços

 

Outros as empregam para dar continuidade à novas formas, como a canadense Ruth Oosterman faz com os rabiscos de sua filha:

Exemplos de ilustrações de Ruth Oosterman sob rabiscos de sua filha

 

Já o sul-coreano Yeondoo Jung recriou algumas cenas e as fotografou para um projeto de 2005 (Wonderland):

Fotografia de Yeondoo Jung recriando desenho - 01Fotografia de Yeondoo Jung recriando desenho - 02

 

Há ainda empresas que transformam as criações da meninada em brinquedos. Basta ver a galeria da Child’s Own Studio:

Brinquedos criados a partir de desenhos - 01

…ou este similar projeto da IKEA:

Pelúcia criada a partir de desenho


E como exemplo de algo mais extremo, temos outro canadense, Keith Anderson, que tatuou os desenhos de seu filho:

Desenhos do filho de Keith Anderson transformados em tatuagens


Este último caso nos lembra que algumas crianças, por conta própria, já fazem a aplicação diretamente na pele do pai:

Criança rabiscando o pai dormindo


Assim como nas paredes:

Criança e parede rabiscada


E até em cachorros:

Criança rabiscando cachorro


Obviamente, nem elas mesmas escapam:

Criança com a cara rabiscada


Não é a toa que estes pequenos seres humanos, mais especificamente nenês (está aí uma palavra que poderia ser mais usada no dia a dia), são tipo bêbados em miniatura: se você é o responsável, tem que ficar sempre de olho para não fazerem “arte”.

.
Voltando aos exemplos, juntando um pouco de cada caso aqui citado, tem a iniciativa do The Monster Project, onde artistas do mundo todo recriam os desenhos nos mais variados estilos:

Personagem modelado a partir de desenho de criança

.
Para fechar, fica a recomendação de um site que gosto muito, o Dream Anatomy, que possui várias imagens antigas mostrando como as pessoas imaginavam o corpo humano por dentro. Destaque para a seção com ilustrações de crianças:

Desenho de criança mostrando suposta anatomia - 01

Desenho de criança mostrando uma suposta anatomia - 02

 

Isto até me lembra de quando eu achava que internamente era todo mundo feito de um tipo de presunto bem sólido, na forma forma do bonequinho da Vivo.

Acho que vi algo sobre isto no Parece Mentira, Mas Não É (sério que só eu lembro deste programa?), que passava no SBT no começo dos anos 90, tarde da noite de domingo.

Me cagava com aquilo.

*Atualizado em março de 2016

7 thoughts on “Imagem & Ação e desenhos de crianças

  1. O post ficou muito legal foda! tanto os nossos desenhos do Imagem & Ação, quanto suas menções e os desenhos de terceiros. Não te avisei, mas tô em dia com o Blog! Li as postagens antigas há uns dias atrás. Vou terminar o comentário com observação clichê de professora de primário: Continue assim!

  2. Hahahahhaha.. realmente tive que fundir a cuca e usar todos meus dons de interpretação pra acertar o Taj Mahal e chegar perto do Himalaia…

  3. Os meus desenhos são técnicas aprendidas com Daniel Azulay!!! Mas esse canivete aí num fica devendo nada!! haha
    No mais, o Luci continua foda como sempre!!!!!!! Mto doido!!!

Comments are closed.